Operação da PM deixa cinco mortos no Rio

Cerca de 200 policiais realizaram incursão na Favela da Coreia

iG Rio de Janeiro |

AE
Casa do traficante conhecido como "Matemático"
Cinco traficantes morreram e dois ficaram feridos em uma operação realizada pela Polícia Militar nesta quinta-feira na Favela da Coreia, em Senador Camará, zona oeste do Rio de Janeiro. Inicialmente, a PM havia informado que sete suspeitos tinham morrido. 

Cerca de 200 homens do 14º BPM (Bangu) participaram da ação, que teve início por volta das 5h. Os feridos na operação foram encaminhados para o Hospital Estadual Albert Schweitzer e, segundo a unidade, passam por cirurgia.

A incursão na Favela da Coreia teve como objetivo reprimir a criminalidade no local e prender Márcio Sabino Pereira, mais conhecido como "Matemático". Ele é tido como o chefe do tráfico de drogas na comunidade e um dos principais fornecedores de armas e drogas na região.

De acordo com a PM, 15 suspeitos foram presos. Entre os detidos, estão os traficantes conhecidos como “Bebezão” e “Mustafá”. Eles são apontados como homens de confiança de “Matemático”, que segue foragido.

"Os policiais chegaram ainda de madrugada e houve um forte tiroteio. Muita gente nem saiu de casa para trabalhar", disse um morador da comunidade, acrescentando que as operações no local são cada vez mais frequentes.

Os policiais apreenderam na operação oito pistolas, dois fuzis, uma espingarda, dois quilos de crack, rádios transmissores e dois carregadores. Uma moto Honda Bis - que seria usada pelo filho de "Matemático" - e três veículos roubados também foram recuperados. Os presos e o material apreendido na operação foram encaminhados para a 34ª DP (Bangu).

(*com informações da agência Reuters)

Leia também: PM se assusta com operação e pede reforço

    Leia tudo sobre: PMFavela da Coreia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG