Disputa entre facções criminosas pelo controle do tráfico de drogas tem sido frequente na comunidade nos últimos meses

Faixa colocada do Aterro do Flamengo protesta contra onda de violência na Vila Kennedy
Carlos Ivan / Agência O Globo
Faixa colocada do Aterro do Flamengo protesta contra onda de violência na Vila Kennedy
A ONG Rio de Paz realiza desde a madrugada desta sexta-feira (2) um manifesto contra a violência na comunidade Vila Kennedy, em Bangu, zona oeste da capital fluminense. Nos últimos meses, a região tem sido palco de conflitos entre facções criminosas que tentam dominar o controle do tráfico de drogas.

Para chamar a atenção das autoridades para o problema na Vila Kennedy foram estendidas duas faixas, sendo uma na Praia de Copacabana e outra no Aterro do Flamengo. As mensagens contam com uma foto do ex-presidente norte-americano John Kennedy amordaçado, representando o medo da população em falar.

Com a imagem do ex-governante estão as palavras: abandono, sangue e medo. A foto de John Kennedy foi utilizada porque o nome da comunidade afetada pela violência é uma homenagem a ele. O local foi criado com verbas do programa Aliança Para o Progresso, criado no governo do ex-presidente norte-americano.

Moradores da Vila Kennedy relatam que os conflitos entre facções criminosas já causaram muitos desparecimentos, mortes, assaltos e brigas. Na quinta-feira (1), a Polícia Civil prendeu o traficante Jonata Crescêncio de Oliveira, o "Gão", 21 anos, apontado como um dos responsáveis pela onda de violência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.