Número de vítimas de homicídios dolosos no Rio em 2010 é o menor desde 2000

Pela primeira vez, desde 2003, número de roubos a transeuntes foi menor de um ano para outro

iG Rio de Janeiro |

O Estado do Rio de Janeiro teve, em 2010, o menor número de vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) desde 2000, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (9) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP).

Segundo o órgão, no ano passado, foram 4.767 vítimas, 1.026 a menos do que em 2009. No período entre 2000 e 2010, o maior número de vítimas foi registrado em 2002, quando o Estado somou 6.885 vítimas.

Em relação a vítimas de homicídios dolosos provocados por armas de fogo, foram 3.447 no ano passado, o menor número desde 2001, segundo o ISP.

Os roubos de veículos também tiveram em 2010 o menor número de registros desde 2000. De acordo com o ISP, foram 20.052 casos no ano passado, 4.984 a menos do que no ano anterior.

O ano de 2010 foi ainda, segundo o ISP, o que registrou menos roubos de cargas desde 2000. No ano passado, 2.619 ocorrências.

A estatística do ISP indicou ainda que, em 2010, pela primeira vez desde 2003, o número de roubos a transeuntes apresentou queda no Estado de um ano para outro. Foram 63.346 ocorrências contra 71.066 em 2009.

Apreensões de maconha quase quadruplicam

Segundo o ISP, só no ano passado, as apreensões de maconha quase que quadruplicaram em relação a 2009. Foram recolhidas em 2010 um total de 39,15 toneladas da droga contra oito em 2009.

Em relação ao crack, a polícia apreendeu mais que o dobro em 2010. Foram 79,7 kg em 2009 e 199,2 kg no ano passado.

O Rio registrou em 2010 156 casos de latrocínio (roubo seguido de morte), 65 registros a menos do que em 2009, segundo o ISP.

Em relação aos autos de resistência (mortes em confronto com a polícia), foram 855 ocorrências em 2010, 193 a menos do que no ano anterior.

    Leia tudo sobre: estatísticasviolênciahomicídiosRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG