Número de casos de balas perdidas no Estado do Rio cai 32,1% no 1º semestre

Foram 57 vítimas este ano contra 84 em 2010. Número de mortes caiu de 11 no ano passado para seis em 2011. Dados são do ISP

iG Rio de Janeiro |

O Instituto de Segurança Pública (ISP), órgão vinculado à Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, informou nesta quarta-feira (21) que houve uma redução de 32,1% no número de pessoas atingidas por balas perdidas no Estado no primeiro semestre deste ano.

Segundo o ISP, nos seis primeiros meses de 2011, houve 57 vítimas (51 não fatais) contra 84 no mesmo período de 2010. Em relação ao número de mortes, foram seis este ano contra 11 no ano passado.

O maior número de óbitos ocorreu na capital, com quatro casos.

Critérios

O número de vítimas pode ser ainda maior. Isto porque, segundo o ISP, o preenchimento dos registros de ocorrência é subjetivo a quem relata o fato e a quem faz o boletim. Portanto, alguns casos de homicídio e lesão corporal que seriam caracterizados como decorrentes de “bala perdida” podem não apresentar esse termo no registro.

O mesmo pode ocorrer em certos casos identificados inicialmente como “bala perdida” e, após a investigação, resultarem em outra dinâmica.

Segundo o ISP, entende-se como  “vítima de bala perdida” a pessoa que não tinha nenhuma participação ou influência sobre o evento no qual houve disparo de arma de fogo, sendo, no entanto, atingida por projétil e podendo vir a morrer ou não.

    Leia tudo sobre: balas perdidasRioestatísticas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG