MP do Rio denuncia ex-chefe do Estado Maior da PM

De acordo com a denúncia, coronel recebeu por dez anos R$ 79.229,63 em auxílio-moradia embora vivesse em imóvel funcional da PM

AE |

selo

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) denunciou ontem por improbidade administrativa o coronel Antonio Carlos Suarez David, ex-chefe do Estado Maior da Polícia Militar (PM). De acordo com a denúncia, o coronel recebeu, ao longo de dez anos, R$ 79.229,63 em auxílio-moradia da corporação, embora vivesse com a família em imóvel funcional da PM. O Ministério Público pede que o valor seja devolvido aos cofres públicos, adicionado de multa e correção monetária - o que hoje totalizaria R$ 316.918,52.

Para o promotor de Justiça Gustavo Santana Nogueira, responsável pela denúncia, a prática adotada pelo militar configurou enriquecimento ilícito. No contracheque do coronel constava que o valor recebido se devia a título de indenização. Ao longo do processo administrativo, a denúncia aponta também que o réu, em nenhum momento, apresentou qualquer comprovante de despesa ou reparação do imóvel.

    Leia tudo sobre: coronelauxílio moradia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG