MP denuncia professor acusado de provocar atropelamento que matou bebê

Menino de um ano estava com a mãe quando foi atingido por carro em setembro do ano passado, no bairro do Méier, zona norte do Rio

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro denunciou nesta segunda-feira (5) o professor Fábio Silveira Porto da Silva, de 34 anos, acusado de ter provocado o atropelamento que causou a morte do bebê Rodrigo Cibelli de Olvieira, de um ano e oito meses, em setembro do ano passado, no Méier, na zona norte carioca. A mãe da criança, Renata Pereira Cibelli, ficou ferida.

Leia também : Carro sobe calçada e mata criança de um ano que passeava com a mãe

Segundo a denúncia, o professor foi acusado de dirigir de forma imprudente e bater em um carro que atropelou as vítimas.  O incidente aconteceu no dia 14 de setembro, na rua Coração de Maria, no Méier. Fábio responderá pelos crimes de homicídio culposo e lesão corporal culposa.

De acordo com a denúncia, Fábio dirigia um Ford Fiesta (KRG-1150) quando bateu na traseira do carro conduzido por Edna Nascimento Silva, que trafegava de forma regular na via. Foi constatado que o veículo dirigido pelo denunciado estava em alta velocidade, de modo incompatível com o local e as condições da pista – molhada e escorregadia – e que tentou uma ultrapassagem pela faixa da direita, de forma a não conseguir evitar a colisão. Com o impacto, o carro de Edna atropelou, na calçada, Renata Cibelli e o carrinho de bebê que transportava seu filho, o imprensando contra um muro.

Caso condenado, o denunciado poderá cumprir de dois a seis anos de prisão, além de ter a carteira de motorista suspensa.

    Leia tudo sobre: atropelamentocriança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG