MP denuncia oito envolvidos com quadrilha do Complexo do Alemão

Suspeitos foram denunciados por lavagem de dinheiro proveniente do tráfico de drogas no Rio

Agêcia Brasil |

O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à 2 ª Vara Criminal de Santa Cruz o traficante Alexander Mendes da Silva, o Polegar, e mais sete pessoas. O grupo é acusado de lavagem de dinheiro proveniente da venda de drogas. Polegar já chefiou o comércio de entorpecentes no Morro da Mangueira e é um dos criminosos procurados pela polícia que fugiram durante a ocupação do Complexo do Alemão.

Entre os acusados de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha estão a namorada de Polegar, Viviane Sampaio da Silva, e três parentes dela. Segundo a denúncia do Ministério Público, o traficante usava os outros sete acusados como “laranjas”. Eles emprestavam seus nomes para que Polegar pudesse comprar bens com o dinheiro do tráfico.

AE
Moradores e soldados convivem no Complexo do Alemão

Entre os bens registrados em nome de “laranjas”, estão um carro Audi A3 e apartamentos na Barra da Tijuca e no Leblon, bairros nobres do Rio. Polegar já foi condenado por outras quatro varas criminais do estado e fugiu da cadeia, no ano passado, depois de passar para o regime semiaberto. Desde então, ele estava refugiado no Complexo do Alemão.

    Leia tudo sobre: Rioguerra no riotráficodrogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG