MP denuncia mãe e padrasto acusados de torturar menina de 8 anos

Criança procurou a polícia sozinha após ter a mão queimada com ovo superaquecido

iG Rio de Janeiro |

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro ofereceu denúncia, nesta quinta-feira (9), na 4ª Vara Criminal de Niterói, contra Josiane Gomes Soares e Joarder Gomes Santiago, mãe e padrasto, respectivamente, de uma menina de 8 anos. Eles são acusados de terem espancado e torturado a criança a obrigando a segurar, com uma das mãos fechada, um ovo superaquecido. 

As queimaduras em uma das mãos da menina podem levar à deformidade e comprometer a sua mobilidade. A tortura teria ocorrido em 21 de julho deste ano, na residência da família, no bairro do Fonseca, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro.

De acordo com a denúncia, o que motivou a violência foi o fato de a menina ter pego R$ 2,60 da carteira do padrasto. Ainda segundo a acusação, “os autores do delito, de forma fria e cruel, causaram intenso sofrimento físico à vítima, sob a roupagem de a estarem educando”.

No dia seguinte à agressão, a criança procurou ajuda de policiais militares que conduziram o casal à delegacia. A mãe e o padrasto da criança foram autuados pelo crime de tortura e estão presos temporariamente pelo prazo de 30 dias.

    Leia tudo sobre: agressãocriançaovoministério público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG