MP dá parecer contra habeas a procuradora no Rio

Aposentada é acusada de torturar uma menina de 2 anos que estava sob sua guarda provisória

AE |

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) deu parecer na sexta-feira contra a concessão de habeas corpus à procuradora aposentada Vera Lúcia de Sant'Anna Gomes, acusada de tortura contra uma criança. Impetrado pelo advogado da acusada, Jair Leite Pereira, o pedido de habeas deve ser julgado na terça-feira pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RJ) e o MP já se manifestou contrário à concessão.

Acusada de torturar uma menina de 2 anos que estava sob sua guarda provisória, Vera Lúcia se entregou à Justiça na última quinta-feira. Ela foi levada ao complexo penitenciário de Bangu, onde há celas especiais (para quem diploma de curso universitário).

Leia também: Procuradora acusada de tortura ficará em Bangu

    Leia tudo sobre: Rio de Janeiroprocuradoratortura

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG