Morre menina internada com suspeita de maus-tratos

Joana Martins, 5 anos, estava internada na clínica Amiu há 24 dias

iG Rio de Janeiro |

O coordenador-médico da UTI da clínica pediátrica Amiu, de Botafogo, Hilton Correia, afirmou que a menina Joana Cardoso Marcenal Martins, de 5 anos, morreu às 18h desta sexta-feira (13) em decorrência múltipla dos órgãos.

A criança estava internada desde o dia 19 de julho respirando com a ajuda de aparelhos e dependendo de medicamentos para manter a pressão arterial.Ela foi internada com suspeitas de maus-tratos, já que tinha várias marcas de hematomas, e sinais que aparentemente eram de queimaduras de cigarro.

Por determinação judicial, Joana deveria permanecer 90 dias com o pai, André Martins, pois teria sido vítima por parte da mãe de alienação parental – quando um dos genitores difama o outro após uma separação.

Martins nega as acusações. De acordo com ele, a filha teve convulsões e foi levada ao Hospital RioMar, na zona oeste do Rio, onde fora liberada ainda desacordada.

No mesmo dia, como não recobrava mais a consciência, o pai decidiu levá-la para outro hospital da zona oeste, de onde foi transferida para a Amiu, em Botafogo, zona sul do Rio.

Durante as investigações sobre o caso, policiais da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (Dcav), descobriram que a criança tinha sido tratada por uma falso médico no Hospital RioMar, primeiro local em que foi socorrida.

    Leia tudo sobre: amiucriançaalienação parentalmaus-tratos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG