Morre mais uma vítima de queda de um brinquedo em parque de diversões no Rio

Vítor Alcântara Oliveira, de 16 anos, morreu no hospital Miguel Couto. Responsáveis foram indiciados por homicídio doloso

iG Rio de Janeiro |

Reprodução
Vítor Alcântara Oliveira, 16 anos, morreu após ser atingido por um carrinho em parque de diversões
A Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro informou na tarde desta terça-feira (16) que morreu mais uma vítima da queda de um brinquedo em um parque de diversões na madrugada do último domingo (14), em Vargem Grande, na zona oeste.

Segundo a pasta, Vitor Alcântara Oliveira, de 16 anos, morreu no hospital Miguel Couto, no Leblon. Ele sofreu traumatismo craniano. Alessandra da Silva Aguilar, de 17 anos, faleceu na hora após ser atingida pelo brinquedo.

Duas jovens que ficaram feridas permanecem internadas no Miguel Couto. Uma delas, Dayane Mesquita, de 17 anos, está em estado grave. As outras cinco pessoas se feriram no episódio.

Ao se desprender, o carrinho 'voou' caindo a uma distância de quase 15 metros. Neste mesmo parque, que tem localização itinerante, um adolescente morreu em 2006 ao cair de um brinquedo.

Neste ano, um funcionário morreu no parque ao ser atingido na cabeça por um brinquedo durante uma festa em Paty dos Alferes (interior fluminense).

Os responsáveis pelo estabelecimento foram indiciados por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Eles foram à delegacia do Recreio dos Bandeirantes (42ª DP) hoje para prestar depoimento mas disseram que só falariam em juízo.

A polícia indiciou por falsidade ideológica um engenheiro que emitiu o laudo que informava que os brinquedos do parque tinha segurança. Com este documento, os proprietários conseguiram autorização do Corpo de Bombeiros para que o estabelecimento funcionasse. A polícia suspeita que o laudo foi elaborado sem que fosse feita uma vistoria nos equipamentos.

    Leia tudo sobre: acidente brinquedoparque de diversõesRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG