Morre mais uma vítima da explosão em subestação da Ponte Rio-Niterói

Operário estava internado com 35% de queimaduras no corpo; uma terceira vítima segue internada

iG Rio de Janeiro |

Mais um operário da empresa Álamo Engenharia, que presta serviços para a concessionária CCR Ponte, morreu na manhã desta terça-feira (22). A vítima, que não teve o nome revelado, estava internada na CTI do hospital Rio Laranjeiras, em Laranjeiras, na zona sul, com queimaduras de terceiro grau em 35% do corpo.

Na quarta-feira passada, dia 16, o eletricista Darlan Aguiar da Silva teve 100% do corpo queimado na explosão. Ele chegou a ser socorrido no hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, também na zona sul, mas não resistiu aos ferimentos pouco tempo depois de ser internado.

Um terceiro eletricista continua internado. Com 27% do corpo atingido pelas chamas, seu estado é estável.

A explosão foi ocasionada por um curto-circuito na subestação que abastace a Ponte Rio-Niterói, que deixou a via sem luz por quase dois dias. O acidente está sendo investigado pela 17ª DP (São Cristóvão), que apura também a demora da CCR Ponte em comunicar a gravidade da explosão.

    Leia tudo sobre: acidenteponte rio-niterói

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG