Morre a primeira criança que teve coração artificial no Brasil

Menino passou por transplante de coração no dia 15 de abril e estava internado no Rio de Janeiro

iG São Paulo |

AE
Pais mostram a foto de Patrick que, após mais de 20 dias com coração artificial, encontrou doador
Patrick Hora Alves, de 10 anos, morreu de falência múltipla de órgãos por volta das 19h40 desta terça-feira, decorrente de uma infecção provocada por uma pneumonia, segundo o boletim médico do Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio de Janeiro.

O menino passou por um transplante de coração no dia 15 de abril e estava internado no Instituto Nacional de Cardiologia (INC), no Rio de Janeiro.

O paciente sofria de uma doença chamada de miocardite restritiva, que foi descoberta no ano passado. Por 21 dias, ele sobreviveu graças a um coração artificial, que fica fora do corpo.

No último final de semana, o estado de saúde do menino Patrick começou a piorar. Em nota divulgada na tarde desta terça, o hospital informou que o paciente estava com pneumonia, não respondia bem ao tratamento e necessitava de suporte respiratório e renal.

Patrick foi a primeira criança a receber um coração artificial no Brasil . Por 21 dias, ele sobreviveu graças a este coração artificial. No último dia 15 o menino recebeu o coração de uma mulher de 37 anos que teve morte cerebral , em Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

    Leia tudo sobre: patrickcoraçãoartificialdoadormorre

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG