Três moradores da Vila Cruzeiro foram mortos por bala perdida; outros sete também foram baleados

Três moradores da Vila Cruzeiro, na zona norte, que não teriam envolvimento com o tráfico de drogas, foram mortos por balas perdidas durante troca de tiros entre policiais militares e supostos traficantes nesta quarta-feira (24).

Também nesta quarta-feira (24), 14 supostos traficantes foram mortos durante troca de tiros com policiais militares. Assim, desde domingo, 22 pessoas que teriam envolvimento com o tráfico foram mortas em conflito com a PM.

No final da tarde, um rapaz identificado como Rafael Felipe Aurídes Gonçalves, 29, tiros no rosto, na cabeça e tórax, chegou morto no hospital Estadual Getúlio Vargas. A família afirmou que ele não tinha envolvimento com o tráfico de drogas.

Assim, desde domingo, o número de pessoas mortas em decorrência da troca de tiros entre PMs e suspostos traficantes totaliza 26.

Já em relação às mortes provocadas por balas perdidas, até o início da noite, a secretaria Estadual de Saúde havia confirmado três óbitos.

Na parte da manhã, a adolescente Rosângela Barbosa Alves, de 14 anos, foi atingida por um tiro nas costas enquanto estava dentro de casa.

Ela chegou a ser socorrida para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, também na zona norte, mas morreu logo após ser atendida.

Também morreram, em consequência de balas perdidas, Janaína Romualdo dos Santos, de 43 anos e um homem, ainda não identificado, com cerca de 60 anos.

A secretaria confirmou que, nesta quarta-feira, outros sete moradores da Vila Cruzeiro foram internados no hospital vítimas de balas perdidas. Na parte da manhã,  Álvaro Lopes, de 81 anos, foi baleado de raspão no braço direito e, Romário Marques, de 40 anos, foi atingido de raspão no tórax. Os dois já tiveram alta.

Já na parte da tarde, José Ricardo Rodrigues Lopes, de 32 anos , foi baleado no antebraço direito com um tiro de raspão, e já foi liberado.  Ainda estão em observação no hospital:  Silvio de Souza Santos, 39, atingido por um tiro na perna direita; Bárbara Carolina Oliveira Silva, de 16 ans, atingida por um tiro nas costas; Antonio da Rocha, de 68, ferido por um tiro no braço esquerdo e Gerson Rodrigues de Oliveira, 26 anos, atingido por um tiro no braço esquerdo.

o mesmo hospital, Pâmela Evangelista de Matos, de 22 anos, está internada após ter sido atingida por uma bala perdida na perna esquerda, quando estava no bairro de Rocha Miranda, na zona norte. Ainda não se sabe se ela foi atingida durante uma troca de tiros entre policiais e supostos traficantes.

Policiais do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e do batalhão da área (Olaria) realizam uma operação no complexo do Alemão e complexo da Penha, na zona norte, onde está localizada a Vila Cruzeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.