Ministério Público solicita audiência com Cristina Mortágua

Órgão quer ouvir ex-modelo sobre supostas agressões ao filho de 16 anos

iG Rio de Janeiro com Agência Estado |

Agência O Globo
A ex-modelo Cristina Mortágua é transferida da 16ª DP (Barra da Tijuca) para a Polinter

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) pretende ouvir nos próximos dias a ex-modelo Cristina Mortágua sobre as supostas agressões a seu filho de 16 anos. O órgão solicitou uma audiência no Juizado de Infância e Juventude da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio, com a participação de Cristina, do ex-jogador de futebol Edmundo, pai do adolescente, e o menor.

De acordo com o MP-RJ, a audiência será preliminar para ouvir as partes. O órgão informou que foram anexadas reportagens de jornais ao inquérito que investiga a ex-modelo desde o ano passado. Na época, foram publicadas na imprensa fotos sensuais dela e o filho, com 15 anos, besuntados de óleo.

Na quarta-feira (9), após decisão judicial , Cristina deixou a carceragem da Polinter, em Magé, na Região Metropolitana do Rio, onde estava detida desde terça-feira. A ex-modelo foi presa em flagrante , após xingar policiais e dar uma "joelhada" no abdômen da delegada da 16ª DP (Barra da Tijuca), Daniela Rebello.

Ela foi à delegacia atrás do filho, que prestava queixa contra a mãe por agressão. Durante seu depoimento, o jovem mostrou uma sacola cheia de medicamentos, que, segundo ele, eram diluídos e a ex-modelo aplicava na própria veia.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG