Metrô informa que circulação dos trens foi normalizada

Queda de energia parou serviço às 15h10. Composições ficaram mais de uma hora sem circular. Passageiros ficaram presos nos trens

iG Rio de Janeiro |

Beatriz Merched/iG
Estação de Botafogo ficou fechada durante mais de uma hora
A concessionária que administra o metrô do Rio informou que a circulação dos trens nas linhas 1 e 2 já foi normalizada e as estações foram reabertas.

As composições pararam de circular às 15h10 desta terça-feira (21). O problema foi ocasionado por uma oscilação no fornecimento de energia que ainda está sendo investigada.

A assessoria de imprensa do metrô informou que, em razão da queda de energia, passageiros ficaram presos dentro de composições e foram retirados com segurança pelos trilhos.

Os passageiros foram ressarcidos. A empresa está também prestando apoio e atendimento a todos os clientes.

Beatriz Merched/iG
Passageiros entram em uma composição do metrô em Botafogo após a retomada do serviço
A concessionária Light, responsável pelo fornecimento de energia elétrica para a cidade do Rio de Janeiro, informou que a “oscilação de energia” no metrô não foi provocado por falhas no fornecimento da empresa.

A assessoria de imprensa da companhia explicou que uma linha de transmissão da empresa foi atingida por um guindaste que realizava obras em Madureira, na zona norte do Rio, o que provocou a interrupção de energia em trechos de alguns bairros nos municípios de Nova Iguaçu e São João de Meriti, ambos na Baixada Fluminense. No entanto, a queda de energia foi sentida também no bairro de Botafogo, na zona sul, onde o metrô tem uma de suas estações mais movimentadas.

De acordo com a concessionária, energia foi restabelecida minutos depois, “por volta das 14h15”.

Em nota, a Agetransp (Agência Reguladora de Transportes Públicos) informou que instaurou processo a fim de apurar o motivo da falta de energia no metrô. Técnicos do órgão estão verificando a causa da ocorrência junto à concessionária

    Leia tudo sobre: metrô Rioparalisação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG