Houve confronto com a policiais da UPP do São Carlos que foi instalada em fevereiro e abrange um conjunto de nove favelas

Um menor foi apreendido após trocar tiros com policiais da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Conjunto de Favelas do São Carlos, que inclui morros da zona norte e da região central do Rio. Segundo os PMs, um grupo de militares fazia patrulhamento de rotina no Morro do Querosene, no Rio Comprido, quando encontrou pessoas em atitudes suspeitas.

Leia também: Em agosto, outro menor com granadas foi apreendido na região

Houve confronto e um menor acabou detido. Com ele a polícia apreendeu uma pistola e uma granada. Os outros suspeitos conseguiram fugir. Policiais do Batalhão de Choque, instalado próximo ao conjunto de favelas, foram chamados para dar apoio aos agentes da UPP.

O caso foi registrado na 6ª DP (Cidade Nova).

A PM informou que o confronto ocorreu durante a madrugada e que desde o início da manhã deste domigo a situação no conjunto de favelas está normalizada.

PM teve perna amputada no conjunto de favelas

Em junho, o soldado PM Alexsander de Oliveira teve a perna direita amputada após ser atingido por uma granada lançada por bandidos do Morro da Coroa , que integra o conjunto de favelas do São Carlos. O Alexsander e outros policiais foram alvejados no momento em que checavam uma denúncia de que traficantes estavam reunidos em um beco na favela.

Além de ter a perna amputada, o soldado também sofreu fraturas expostas no braço esquerdo e no pé esquerdo. Os outros policiais foram atingidos por estilhaços.

No dia do ataque ninguém foi preso. Os policiais, no entanto, apreenderam uma pistola 9mm no local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.