Peritos suspeitam que a causa da morte tenha sido overdose

O médico residente Demétrio Antonio Francisco, de 32 anos, foi encontrado morto em um dormitório do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro do Rio, onde trabalhava há seis meses.

Ao lado do corpo foram encontradas ampolas abertas e uma seringa. Peritos do Instituto de Criminalística Carlos Eboli (ICCE) estiveram no local e acreditam que a causa da morte tenha sido overdose de algum medicamento, mas a substância ainda não foi identificada.

Ainda de acordo com os peritos, a morte ocorreu há cerca de 36 horas. Eles descartaram a possibilidade de assassinato já que o dormitório onde o médico estava era privativo e estava fechado.

O caso será investigado pela delegacia da Praça da República (4°DP).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.