Médica do caso Joanna Cardoso é solta no Rio

Justiça concedeu liberdade provisória à médica nesta quarta-feira (15)

iG Rio de Janeiro |

A médica Sarita Fernandes Pereira, acusada de homicídio doloso contra a menina Joanna Marcenal Marins, foi solta na tarde desta quinta-feira (16). Ela estava presa no complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio.

Nesta quarta-feira, a 3ª Vara Criminal da Capital do Rio de Janeiro concedeu liberdade provisória à médica, acusada, junto com o estudante de Medicina Alex Sandro da Cunha Souza, por homicídio doloso.

Já o funcionário público André Rodrigues Marins, pai de Joanna, teve, provisoriamente, o habeas corpus recusado pela 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ) e seguirá preso. André é acusado dos crimes hediondos de tortura e de homicídio qualificado.

    Leia tudo sobre: joanna cardosomaus-tratos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG