Mancha de óleo atinge praias da Região dos Lagos do Rio

Técnicos do Inea sobrevoam a área para identificar extensão do acidente

iG Rio de Janeiro |

Técnicos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) sobrevoam nesta segunda-feira o litoral da Região dos Lagos do Estado do Rio para identificar a dimensão do vazamento de óleo que atinge desde domingo praias dos municípios de Cabo Frio e Arraial do Cabo. De acordo com o Inea, a origem do acidente ambiental ainda é investigada.

O instituto informou que há a possibilidade de utilização de bóias de contenção nas áreas mais afetadas. Procurada pelo iG, a Petrobras afirmou que não possui relação com o acidente e que técnicos da empresa estão ajudando a conter a mancha de óleo, a pedido da Marinha.

Segundo a Capitania dos Portos, uma equipe de inspeção naval está na Região dos Lagos para coletar material do vazamento nas areias das praias. Com a amostra coletada será possível identificar a origem do acidente. O material vai ser analisado pelo Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira, em Arraial do Cabo, e o laudo deverá ficar pronto em até 20 dias.

A Agência Nacional do Petróleo (ANP) informou que não foi avisada sobre o acidente por nenhuma empresa. Pelas regras que estabelecem a segurança operacional das atividades de exploração e produção de petróleo, as empresas petroleiras são obrigadas a informar incidentes e acidentes em plataformas à reguladora imediatamente após o ocorrido. Por isso há rumores de que o vazamento não foi provocado por plataforma, mas sim por navio.

    Leia tudo sobre: mancha de óleocabo frioarraial do cabopraias

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG