Mais um sobrevivente do massacre de Realengo recebe alta

Segundo a Secretaria de Saúde, há ainda quatro estudantes internados. Nenhum deles corre risco de morte

iG Rio de Janeiro |

Alexandre Vidal/Fla Imagem
Ronaldinho Gaúcho visitou sobreviventes do massacre
A Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro informou que um sobrevivente do massacre na Escola Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste, recebeu alta nesta sexta-feira (15). Trata-se de um adolescente de 12 anos, que estava internado no Hospital Albert Schweitzer, no mesmo bairro que, hoje, recebeu a visita do atacante Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo.

Quatro estudantes permanecem internados e nenhum deles está grave, segundo a pasta. No Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, um estudante de 14 anos passou hoje do CTI pediátrico para uma enfermaria.

No Hospital de Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, dois continuam internados. Um deles é um estudante de 13 anos, que tem quadro estável, e uma menina da mesma idade, que não corre risco de morte.

Outro aluno baleado mas que sobreviveu está no Albert Schweitzer. Ele tem 14 anos e seu quadro é regular.

O massacre na Tasso da Silveira ocorreu no último dia 7. Doze crianças e o atirador Wellington Menezes de Oliveira morreram.

    Leia tudo sobre: massacreRealengo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG