Lista de desaparecidos na região serrana do Rio tem 518 nomes

Somente Teresópolis tem 239 pessoas desaparecidas após chuvas. Pelo menos 29 mil tiveram que deixar as casas no Estado

iG São Paulo |

O Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro divulgou, nesta quarta-feira, uma nova lista com os nomes dos desaparecidos após as fortes chuvas que devastaram a região serrana no último dia 12. Já chegam a 518 pessoas. Veja a lista no site do MP . Segundo o presidente da Caixa de Assistência aos Advogados da Ordem dos Advogados do Rio de Janeiro, Felipe Santa Cruz, o número de mortos deve passar de 1,5 mil .

A pior situação é a da cidade de Teresópolis, que ainda tem 239 pessoas desaparecidas; Nova Friburgo vem em seguida, com 169 pessoas. Outros municípios com registros de desaparecimento são: Petrópolis (61 pessoas), Sumidouro (três), Bom Jardim (duas) e São José do Vale do Rio Preto (um). Há ainda 43 desaparecidos cujo local de origem não foi informado.

A lista com todos os nomes pode ser consultada no site do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro. Os registros de desaparecimento de familiares ou conhecidos também pode ser feito por meio de formulário no site.

O balanço divulgado nesta quarta-feira pela secretaria estadual de saúde e defesa civil do Rio mostra que mais de 29 mil pessoas perderam suas casas ou tiveram que deixá-las por causa das fortes chuvas que atingiram este mês a região serrana e outros pontos do estado.

O número de desabrigados (que estão em abrigos públicos) chega a 8.914, enquanto os desalojados (que estão em casas de conhecidos e parentes) são 20.532. Segundo a Defesa Civil, o maior número de pessoas afetadas encontra-se em Teresópolis: 5.058 desabrigados e 6.120 desalojados, num total de 11.178 pessoas. Em Nova Friburgo, o número de pessoas que tiveram que deixar suas casas chega a 5.251.

Outros municípios com grande número de desabrigados e desalojados são Petrópolis (cerca de 6 mil), São José do Vale do Rio Preto (2.300), Bom Jardim (1.800) e Areal (1.400).

Também tiveram que deixar suas casas moradores de Sumidouro, Santa Maria Madalena, Sapucaia, Paraíba do Sul, São Sebastião do Alto, Três Rios, Cordeiro, Carmo, Macuco, Cantagalo e Cachoeiras de Macacu.

    Leia tudo sobre: desaparecidostragédia no riochuvas no rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG