Liminar suspende greve de ônibus no Rio de Janeiro

Paralisação afetou passageiros durante a madrugada; categoria reivindica aumento salarial e fim de dupla função para motorista

iG Rio de Janeirog |

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) ratificou, no início da manhã desta terça-feira (1), uma liminar que suspendia a paralisação de ônibus iniciada desde a meia-noite de hoje. A decisão já havia sido tomada na semana passada e foi repassada para o sindicato que organizou a greve de ônibus no Rio de Janeiro.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus do Rio (Sintraturb –Rio), Sebastião Netto, os rodoviários acataram a decisão da Justiça e os ônibus voltam a circular normalmente.

A categoria reivindica aumento salarial e o fim da dupla função para motorista júnior (que dirigem e também trabalham como cobradores).

Madrugada sem ônibus

A paralisação teve seu ápice por volta de duas horas da madrugada. Passageiros que estavam na Central do Brasil (principal terminal central de ônibus na cidade) tiveram dificuldades para conseguir transporte, principalmente para os bairros das zonas norte e oeste.

Nesse horário, somente 30% dos ônibus circulavam pela cidade, sendo que 14 empresas retiraram toda a frota das ruas.

O Sintraturb é formado por dissidentes do Sindicato dos Rodoviários do Rio (Rio-ônibus), que entrou na Justiça do Trabalho com o pedido para suspender a paralisação.

Em nota, a Rio-ônibus afirmou que " nunca se furtou ao diálogo com a categoria. Contudo, não é admissível que a cidade e sua população sofram com uma paralisação absurda e ilegal, decidida ao arrepio da Lei."

A expectativa do Sintraturb é de que a Rio-ônibus aceite as reivindicações da categoria na próxima assembleia marcada para o próximo dia 15. 

    Leia tudo sobre: greveônibus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG