Light terá de fazer inspeção em rede subterrânea no Rio

Trabalho terá que ser feito em tempo recorde. Objetivo é evitar novas explosões de bueiros, como a de sexa-feira em Copacabana

AE |

A Light terá de fazer uma inspeção, em tempo recorde, nos equipamentos da rede subterrânea da empresa no Rio de Janeiro, para evitar novas explosões de bueiros e não colocar em risco a população. A informação foi dada hoje por Nelson Hübner, diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Em função das ocorrências no último fim de semana, uma equipe de fiscalização da Aneel está tratando diretamente da questão com a empresa, segundo Hübner .

"Isso preocupa, obviamente, muito a agência", ressaltou.

Ele lembrou que, no ano passado, a Light reconheceu a existência de falhas no sistema subterrâneo e apresentou um plano de melhoria na rede, que está sendo cumprido. Mas, paralelo a isso, a distribuidora terá de fazer uma revisão emergencial dos equipamentos para evitar novos incidentes.

A concessionária também será notificada pelo Procon. A empresa deverá dar explicações sobre o risco de explosões nos bueiros da cidade. Ela terá um prazo de dez dias para apresentar sua justificativa.

Explosão

Na última sexta-feira (1º), uma explosão na galeria subterrânea da Light feriu cinco pessoas e abriu um buraco de cerca de seis metros de diâmetro no asfalto, em Copacabana, zona sul da capital fluminense. A tampa do bueiro atingiu um táxi. O acidente ocorreu na faixa de pedestres na esquina da Avenida Nossa Senhora de Copacabana com Rua Bolívar.

Ontem, um homem tropeçou na tampa de uma caixa de inspeção mantida pela concessionária, localizada na esquina das ruas Djalma Ulrich com Barata Ribeiro, em Copacabana. O rapaz foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros.

    Leia tudo sobre: explosão bueirosLight

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG