Light diz que apagão afetou cerca de 360 mil clientes no Rio

Segundo a concessionária, fornecimento já foi normalizado

iG Rio de Janeiro |

Vicente Seda/iG
Funcionários que trabalham no shopping Rio Sul ficaram do lado de fora esperando a luz voltar
A concessionária Light informou na noite desta sexta-feira (5) que cerca de 360 mil clientes foram afetados pelo apagão que atingiu as zonas norte e sul da cidade do Rio de Janeiro no início da tarde de hoje. Segundo a companhia, o fornecimento foi normalizado ao longo das últimas horas.

Ao menos 13 bairros foram afetados pela falta de luz. Na zona sul, o apagão atingiu Copacabana, Ipanema, Leme, Jardim Botânico, Gávea, Lagoa, Botafogo e Urca. Na zona norte, o fornecimento foi interrompido no Rio Comprido, Vila Isabel, Tijuca, Andaraí e Grajaú.

Segundo a Light, a interrupção foi provocada a partir de uma solicitação feita pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). O órgão informou que solicitou à Furnas o desligamento das linhas de transmissão de energia na subestação do Grajaú. Dois transformadores do local apresentaram problemas e, para não sobrecarregar outro equipamento deste tipo, a ONS sugeriu um corte de carga.

Em nota, a empresa Furnas informou que por volta do meio-dia ocorreu um curto circuito no setor de 138 kV da subestação do Grajaú. Por consequência, houve atuação instantânea do sistema de proteção do equipamento, desligando automaticamente dois dos três bancos de transformadores desta subestação.

Segundo Furnas, o terceiro banco de transformadores permaneceu em operação, submetido à sobrecarga. Por conta disso, houve necessidade de corte de carga de 190 MW (mega watts), sendo este montante gradativamente reduzido até a plena recuperação da carga às 14h20. A empresa informou que não é prevista nova restrição de atendimento à carga.

Transtornos

Iniciado quase na hora do almoço, o apagão trouxe muitos transtornos aos cariocas, principalmente ao comércio. O shopping Rio Sul, em Botafogo, ficou às escuras. Restaurantes no bairro de Copacabana acumularam prejuízos e temiam perder os estoques de comida e bebida.

O trânsito também foi afetado já que diversos semáforos deixaram de funcionar.

    Leia tudo sobre: apagãoRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG