Justiça nega liberdade para babá acusada de tortura

Leila Vanelli Ferreira foi presa na última terça-feira suspeita de agredir menina de dois anos

iG Rio de Janeiro |

A desembargadora do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro Katya Maria de Paula Menezes Monnerat negou o pedido de liberdade à babá Leila Vanelli Ferreira, que foi presa na última terça-feira (12), acusada de torturar uma menina de dois anos.

A defesa impetrou habeas corpus em favor da babá por força da decisão do juiz Rodrigo José Meano Brito, da 43ª Vara Criminal da Capital. O magistrado decretou a prisão temporária pelo prazo de 30 dias e determinou a expedição de mandado de prisão.

Leila foi presa após a polícia conseguir imagens que mostram ela agredindo a criança. Os pais da menina instalaram câmeras pela casa para flagrar as agressões.

Segundo policiais da DCAV (Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima), as imagens Leila mordendo os pés da menina. De acordo com os agentes, a babá jogava perfume na fralda da criança para ela ficar com assaduras e que chegou a apertar as bochecas da garota.

Assista ao vídeo:


Caso não consiga visualizar este vídeo, clique no link abaixo:

Babá é presa acusada de maus tratos a uma menina de dois anos

    Leia tudo sobre: babátorturaRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG