Justiça do Rio nega transferência de abrigo para vítimas do Bumba

Liminar impede que prefeitura do município de Niterói troque famílias de abrigos

iG Rio de Janeiro |

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) concedeu liminar na terça-feira (4) favorável ao Ministério Público (MP) Estadual e negou a transferência de ex-moradores do Morro do Bumba, em Niterói, na Região Metropolitana, de uma unidade das Forças Armadas para o 3º Batalhão de Infantaria, em São Gonçalo.

De acordo com a decisão do TJ-RJ, o novo local escolhido pela prefeitura de Niterói já há mais de 200 alojados. Segundo a assessoria do MP, o município fica "realocando as vítimas das chuvas de abrigo para abrigo" sem chegar a uma definição.

A tragédia do Morro do Bumba matou 47 pessoas em abril de 2010 após um deslizamento de terra provocado por uma forte chuva. Os sobreviventes foram levados para abrigos.

Na segunda-feira (3) famílias promoveram um protesto em frente à sede da prefeitura de Niterói reclamando do péssimo estado dos atuais abrigos. Eles pediram ajuda ao MP para encontrar uma solução para o caso.

    Leia tudo sobre: bumbaministério públicochuvas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG