Decisão, no entanto, ainda tem que ser ratificada pela juíza corregedora do presídio federal de Porto Velho, Juliana Paixão

O traficante Polegar foi preso na cidade Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com o Brasil
Divulgação / Senad
O traficante Polegar foi preso na cidade Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com o Brasil
O presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos,  acatou o pedido do secretário de Segurança Pública fluminense, José Mariano Beltrame, e determinou nesta segunda-feira (24) a transferência do traficante Alexander Mendes da Silva, o Polegar, para a penitenciária federal de Porto Velho, em Rondônia.

Leia também : Preso no Paraguai o chefe do tráfico no morro da Mangueira

A decisão da Justiça fluminense, no entanto, ainda terá que ser ratificada pela juíza corregedora da penitenciária de Porto Velho, Juliana Maria da Paixão.

Um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV) e chefe do tráfico no morro da Mangueira, Polegar foi preso na semana passada na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Ele foi flagrado dirigindo um carro de luxo.

O traficante foi expulso do país vizinho e chegou ao Rio na última sexta-feira (21) quando foi encaminhado para o presídio de segurança máxima Bangu 1, na zona oeste.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.