Jovem tentou contratar alguém para matar empresário em motel, diz polícia

Segundo a Polícia Civil, Verônica Verone ofereceu R$ 2 mil para outra pessoa cometer o crime e tentou comprar arma

iG Rio de Janeiro |

Pablo Jacob/Agência O Globo
Verônica Verone está presa no complexo de Bangu. Ela confessou ter matado o empresário Fábio Gabriel Rodrigues
A jovem de 18 anos que confessou ter matado por asfixia o empresário Fábio Gabriel Rodrigues, de 33 anos, no dia 14 de maio, em um motel no bairro de Itaipu, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, planejou contratar uma pessoa para cometer o crime, segundo informações divulgadas pela Polícia Civil nesta segunda-feira (13).

Responsável pela investigação, a delegada Juliana Rattes, concluiu o inquérito na semana passada e indiciou Verônica Verone por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, impossibilidade de defesa da vítima e asfixia) e tentativa de ocultação de cadáver. A jovem está presa no complexo penitenciário de Bangu, na zona oeste da capital.

Segundo a polícia, Verônica chegou a oferecer R$ 2 mil para uma pessoa para cometer o crime e tentou comprar uma pistola pelo mesmo valor.

A delegada disse que, na noite do crime, a jovem colocou um antidepressivo em uma bebida alcóolica ingerida pelo empresário para que ele ficasse desacordado e, com isso, pudesse enforcá-lo com um cinto.

De acordo com a polícia, o crime foi premeditado. Verônica teria feito várias ameaças ao empresário nos dias anteriores ao crime por tê-lo visto com outra mulher.

    Leia tudo sobre: verônica veroneempresáriomotelNiterói

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG