Jovem baleado após Parada Gay no Rio recebe alta

Militar do exército responsável por patrulhamento na área irá depor nesta semana

iG Rio de Janeiro |

O estudante Douglas I. M., que foi baleado na noite deste domingo (14), após a Parada Gay no Rio, recebeu alta no início da tarde de acordo com a secretaria Municipal de Saúde. Ele estava internado na CTI do hospital Municipal Miguel Couto, na zona sul do Rio. Não foi necessária a realização de uma cirurgia.

Para a polícia, o estudante afirmou que foi baleado por um militar do exército, no Arpoador, próximo a uma área militar. A agressão teria sido motivada por homofobia - justamente o tema principal de combate da 15° Parada Gay do Rio.

Na manhã da próxima quinta-feira (18), o oficial do Exército responsável pelo patrulhamento na área foi intimado a depor na delegacia do Leblon (14°DP) sobre o caso.

Em nota, o Exército negou que algum militar da força tenha feito o disparo. "Não foi registrado nenhum disparo de arma de fogo por militares de serviço no Forte de Copacabana, na data de ontem;a área onde houve a ocorrência não é área sob a adminstração do Forte de Copacabana; não existe nenhum tipo de patrulha externa realizada por militares de serviço no Forte de Copacabana, fora da área militar", afirmou a assessoria do Comando Militar do Leste.

    Leia tudo sobre: exércitohomofobia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG