Integrantes de milícia são condenados

Grupo roubou armas de policiais em 2009 para tentar instalar milícia na região metropolitana do Rio; um PM morreu na ação

iG Rio de Janeiro |

O juiz Marcelo Alberto Chaves Villas, titular da Vara Criminal de Itaboraí, condenou nesta terça-feira (14), três integrantes da milícia do ex-policial militar Francisco César Silva Oliveira, conhecido como Chico Bala.

Marcelo Oliveira de Andrade, ex-PM, e Willian Pereira da Silva foram condenados a 59 anos de prisão em regime fechado. Já Aloísio Barbosa Teixeira foi condenado a 53 anos, no mesmo regime.

Andrade e Silva foram condenados pelos crimes de latrocínio tentado, latrocínio consumado, ocultação e guarda ilegal de munições de uso permitido e restrito e formação de quadrilha. Teixeira foi condenado pelos crimes de latrocínio tentado, latrocínio consumado e formação de quadrilha.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Rio, o trio invadiu o Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) de Sambaetiba, em Itaboraí, região metropolitana do Rio, em março de 2009, para roubar as armas dos policiais. Houve um tiroteio que resultou na morte do policial militar Yolando Flávio da Silva, além de ferir gravemente o PM Robson da Silva Reis, que estavam de serviço no local.

De acordo com o juiz, os integrantes da milícia eram da zona oeste do Rio e queriam estabelecer um outro grupo em Itaboraí e, para isso, necessitavam de armas.

    Leia tudo sobre: Milíciacrime organizadoitaboraí

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG