Inquérito sobre morte no Terra Encantada já está no Ministério Público

Diretor e gerente do parque de diversão foram indiciados por homicídio culposo; laudo aponta falha em trava de segurança

iG Rio de Janeiro |

O promotor Carlos Andresano, titular da 3° promotoria de Justiça e Tutela Coletiva de Defesa do Consumidor do Rio, deverá analisar ainda essa semana o inquérito sobre a morte de Heydara Ribeiro, ocorrida este ano no parque Terra Encantada, zona oeste da cidade.

A auxiliar de cozinha morreu no dia 19 de junho após cair de uma montanha-russa do Parque. Uma perícia feita por agentes do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Eboli) constatou que houve falhas no sistema de travas do brinquedo.

O laudo pericial foi entregue juntamente com o inquérito na última sexta-feira (6) ao Ministéiro Público Estadual pelo titular da delegacia da Barra da Tijuca (16°DP), Rafael Willis, que indiciou por homicídio culposo o diretor operacional e o engenheiro responsável pelo parque.


    Leia tudo sobre: acidentemontanha-russaministério público

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG