Inquérito inocenta policiais de sumiço de engenheira

Engenheira Patrícia Amieiro Branco de Franco, 24 anos, sumiu em junho de 2008, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro

iG São Paulo |

A Polícia Militar inocentou em Inquérito Policial Militar (IPM) os quatro policiais do 31º BPM (Recreio) suspeitos de envolvimento no desaparecimento da engenheira Patrícia Amieiro Branco de Franco, 24 anos, em junho de 2008, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. 

Segundo conclusão do inquérito, não havia provas contra os militares. O processo ainda está tramitando na Justiça. Em setembro, a prisão preventiva dos quatro policiais militares foi revogada. Os réus respondem ao processo em liberdade.

Os quatro foram denunciados pelo MPE (Ministério Público Estadual) no Rio de Janeiro por ocultação do corpo da engenheira e dois deles, pelo assassinato.Em laudo de 109 folhas, dez peritos concluíram que o carro dela foi atingido por pelo menos três tiros (dois no capô e um no para-brisa dianteiros): um partiu da pistola calibre 40 usada por um dos policiais acusados, e os outros dois de armas calibre 380 não identificadas.

Patrícia desapareceu na madrugada de 14 de junho de 2008, quando voltava de uma festa na zona sul do Rio. O corpo da engenheira ainda não foi localizado. Os PMs acusados são: Marcos Paulo Nogueira Maranhão, Willian Luis do Nascimento, Fábio da Silveira Santana e Márcio Oliveira dos Santos. Os dois primeiros foram denunciados também por homicídio. Todos negam os crimes.

    Leia tudo sobre: engenheira patriciario de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG