Inaugurada primeira sirene de alerta contra fortes chuvas

Equipamento vai alertar moradores de favela para risco de deslizamentos

iG Rio de Janeiro |

Divulgação
Sirene irá alertar moradores para risco de deslizamentos
A primeira sirene - de um total de 60 equipamentos que serão instalados no Rio para alertar sobre o risco de deslizamentos - foi inaugurada nesta sexta-feira (21) na favela do Borel, zona norte do Rio de Janeiro.

As sirenes vão funcionar nos locais apontados por mapeamento elaborado pela Geo-Rio, que identificou 117 comunidades que têm pontos com alto risco de deslizamento na cidade.

Elas serão acionadas remotamente caso a Defesa Civil e o Alerta-Rio identifiquem que as chuvas atingiram níveis críticos, baseados nas informações coletadas no Centro de Operações Rio, que monitora a cidade 24 horas.

Foram capacitados 1.875 agentes de Saúde e Defesa Civil e 300 líderes comunitários para atuarem nas primeiras ações em situações como chuvas, alagamentos, deslizamentos de encosta e risco de desabamentos.

O sistema utiliza aparelhos celulares cedidos pela Prefeitura, que recebem mensagens SMS com alertas em caso de ocorrências de chuvas.

Além das mensagens de texto, em situações críticas as sirenes serão utilizadas e, auxiliados pelo toque do alarme e por mensagens pré-gravadas, os agentes de Defesa Civil vão orientar os moradores a deixarem suas casas e se dirigirem a locais seguros, previamente definidos. A prefeitura não divulgou até quando todos os aparelhos serão instalados.

    Leia tudo sobre: sirenedeslizamentosrio de janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG