Implosão de Moinho interdita várias ruas na zona portuária do Rio neste domingo

Confira as áreas que serão bloqueadas. Ação vai ocorrer às 6h30

iG Rio de Janeiro |

A Prefeitura do Rio de Janeiro realizará uma série de interdições na manhã deste domingo (26) em razão da implosão do Moinho Marilu, que acontecerá às 6h30, na zona portuária da cidade. Os bloqueios vão garantir um isolamento de uma área de 250 metros no entorno do moinho.

A implosão do Moinho Marilu é a primeira obra de revitalização da zona portuária. No local, será erguida uma torre comercial de 18 andares, com 32 mil metros de área locável. O projeto está orçado R$ 250 milhões.

As interdições vão começar às 5h30. Confira os trechos que serão bloqueados.

1. Avenida Brasil, no sentido Centro/Rodoviária, nos seguintes pontos:

a. pista central na altura de Manguinhos, desviando o tráfego para a pista lateral, que deverá seguir para o Centro/Rodoviária pelo acesso à Benfica;

b. pista lateral na altura da rua Bela, desviando o tráfego para o centro e rodoviária para a rua Bela e o tráfego para Niterói (Bloqueio seletivo) seguirá em frente em direção à ponte;

2. Ponte Rio-Niterói (sentido Rio), desviando todo o tráfego para a avenida Brasil (sentido zona oeste);

3. Avenida Rodrigues Alves, no sentido Rodoviária, na altura da avenida Professora Pereira Reis, desviando o tráfego pela mesma em direção à avenida Brasil e Niterói;

4. vias de ligação da avenida Paulo de Frontin para a avenida. Francisco Bicalho (sob o viaduto dos Fuzileiros) em direção ao Vvaduto do Gasômetro, desviando o tráfego em direção à praça da Bandeira e Teleporto/Centro

5. Avenida Francisco Bicalho pista central (todos os acessos), sentido Av. Brasil/Niterói, desviando o tráfego para a pista lateral em direção à Rodoviária;

6. Avenida Perimetral em toda a extensão nos dois sentidos (entre as avenidas General Justo e Brasil) e acessos no sentido avenida Brasil/Niterói;

7. Todos os acessos da rua Bela em direção à avenida Brasil;

8. Rua Santos Lima, entre a rua Benedito Otoni e a avenida Brasil, desviando o tráfego para a rua Benedito Otoni;

9. Avenida Professor Pereira Reis, no largo Santo Cristo, desviando o tráfego oriundo do elevado 31 de Março em direção à avenida Brasil e Niterói para a rua Santo Cristo, sentido rodoviária;

10. Alça de Ligação da Linha Vermelha para o Elevado Mário Henrique Simonsen, deixando somente o acesso de veículos para a Ponte Rio-Niterói. O acesso da Linha Vermelha com o centro e a zona sul não sofrerá alterações.

11.Com os fechamentos de trechos da avenida Brasil, Ponte e avenida Francisco Bicalho, o elevado do Gasômetro ficará interditado em ambos os sentidos. O acesso à Rodoviária Novo Rio fica mantido apenas pelo Santo Cristo e avenida Francisco Bicalho, sentido avenida Brasil.

Segundo a Prefeitura, às 7h, o elevado do Gasômetro, sentido Centro, será aberto ao tráfego, liberando o trânsito da ponte Rio-Niterói e avenida Brasil (sentido centro).  No máximo às 9h, está previsto a liberação total de todos os bloqueios efetuados.

Desvios e rotas alternativas

Em razão das interdições, a CET-Rio (Companhia de Engenharia de Tráfego da Prefeitura) preparou um esquema de rotas alternativas na região para auxiliar os motoristas. Confira os trajetos que devem ser seguidos.

1-Veículos procedentes do Aterro do Flamengo e que pretendem seguir para Niterói devem pegar o mergulhão da Praça 15, avenida Presidente Vargas, viaduto dos Marinheiros, praça da Bandeira, viaduto de São Cristóvão, QBV, avenida Rotary Internacional, rua Dom Meinrado, largo da Cancela, rua São Luis Gonzaga, rua Prefeito Olímpio de Melo, avenida Brasil e ponte Rio-Niterói;

2- Quem vier da zona sul pelo túnel Santa Bárbara e queira se dirigir para Niterói deve seguir pelo largo do Santo Cristo, rua Santo Cristo, rua General Luís Mendes de Moraes, viaduto Paulo Souza Reis, rua Francisco Eugênio, rua São Cristóvão, avenida Pedro II, Rótula QBV, avenida Rotary Internacional, rua Dom Meinrado, largo da Cancela, rua São Luis Gonzaga, rua Prefeito Olímpio de Melo, avenida Brasil e ponte Rio-Niterói.

3- Para os motoristas que vierem da zona sul pelo túnel Rebouças e Tijuca e que pretendem seguir para Niterói, devem pegar a praça da Bandeira, viaduto de São Cristóvão (os veículos vindos da Tijuca utilizarão o trajeto a partir deste ponto), QBV, avenida Rotary Internacional, rua Dom Meinrado, largo da Cancela, rua São Luis Gonzaga, rua Prefeito Olímpio de Melo, avenida Brasil e ponte Rio-Niterói.

4- Para aqueles que chegam pela avenida Brasil e pretendem seguir para a Tijuca e a zona sul pelos túneis Rebouças e Santa Bárbara, a orientação é se dirigir ao bairro de Benfica e pegar a rua Célio Nascimento, rua Couto Magalhães (a partir deste ponto os procedentes da ponte Rio-Niterói), rua Senador Bernardo Monteiro, rua Visconde de Niterói, rua Bartolomeu de Gusmão, viaduto Oduvaldo Cozzi, avenida Presidente Castelo Branco (Radial Oeste), avenida Presidente Vargas, acesso à rua Afonso Cavalcanti, rua Benedito Hipólito e avenida 31 de Março.

Estacionamento

Os estacionamentos existentes em toda área de desvio de tráfego serão proibidos a partir das 5g até o término do evento.

Haverá reboques da Secretaria Especial da Ordem Pública baseados em pontos estratégicos e circulando na área de abrangência do evento com a finalidade de reprimir o estacionamento irregular e garantir a fluidez do tráfego.

Além disso, reboques pesados da CET-Rio e da Concessionária Porto Novo serão posicionados para desobstrução das vias em caso de quebra de algum ônibus ou outro veículo de grande porte.

Os veículos estacionados irregularmente serão removidos para os depósitos públicos.

Segundo a Prefeitura, não será permitida a presença de pedestres nas áreas bloqueadas.

Efetivo

A operação contará com a participação de 190 operadores de trânsito, entre guardas municipais, controladores da CET-Rio, operadores da Ponte S.A, equipe da concessionária Porto Novo e apoiadores terceirizados, que trabalharão nos bloqueios, na fluidez, coibindo o estacionamento irregular, ordenando os cruzamentos e orientando os motoristas e pedestres.

Serão utilizadas 35 viaturas e 40 motocicletas, além de 15 reboques que ficarão posicionados em pontos estratégicos, efetuando os bloqueios e retirando veículos quebrados ou acidentados.

Vinte e oito painéis de mensagens variáveis móveis e 10 fixos informarão, além das interdições, as condições do tráfego, os desvios e as rotas alternativas. O Centro de Operações da Prefeitura do Rio estará monitorando toda a área do evento com câmeras, implantando ajustes na programação dos semáforos, sempre que necessário.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG