Idosa de 72 anos era obrigada por traficantes a esconder armas em sua casa

Na residência da senhora em uma favela da zona oeste carioca, foram achadas 25 granadas, 40 kg de maconha e 102 munições

iG Rio de Janeiro |

Uma idosa de 72 anos foi obrigada por traficantes a esconder armas, drogas e munições em sua própria casa, na favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Leia também : Polícia Militar faz operações em várias favelas do Rio

Segundo a PM, durante operação na comunidade nesta segunda-feira (9), foram achados na residência da senhora, 25 granadas (sendo uma de uso militar e outras 24 de fabricação caseira), uma pistola, 40 tabletes com 1 kg cada de maconha e 102 munições para fuzil calibre 762.

O material, de acordo com a corporação, estava escondido debaixo do piso. A idosa contou aos PMs que, há cerca de um ano, três traficantes lhe obrigaram a esconder o material em sua casa. Se houvesse recusa, eles a matariam.

Durante a ação em Antares, houve troca de tiros e um PM foi ferido por estilhaços em uma das mãos. Um suspeito foi preso.

    Leia tudo sobre: idosatráfico de drogasRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG