Identificada 16ª vítima do desabamento de prédios no centro do Rio de Janeiro

Bruno Charles Guitahy tinha 25 anos e foi reconhecido por exame de DNA

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou nesta sexta-feira (3) que mais uma vítima do desabamento de três prédios no centro da capital no último dia 25. Trata-se de Bruno Charles Guitahy. Ele foi identificado por meio de exame de DNA.

Leia também : Sonho interrompido na sala de aula

Segundo a corporação, Bruno foi a 16ª vítima identificada. Ele tinha 25 anos e era um dos 13 funcionários da empresa Tecnologia Organizacional (TO) que estava no Edifício Liberdade na hora do desmoronamento.

O jovem estudou na Universidade Estácio de Sá e admirava Steve Jobs e Bill Gates. Meia hora antes do desabamento ligou para avisar a mãe que ela podia jantar, pois iria fazer um lanche no trabalho.

Flagrante : Câmeras flagram momento do desabamento

A Polícia Civil ainda apura se Bruno estava entre os 17 corpos que chegaram ao IML (Instituto Médico Legal) ou foi identificado de um dos 20 restos mortais de vítimas que foram localizados em um depósito na Baixada Fluminense para onde foram levados os entulhos do desabamento.

Além de Bruno, já foram identificados Moisés de Araujo Costa, de 57 anos; Elenice Consani Quedas, de 64 anos; Kelly da Costa Meneses, de 24 anos; Margarida Vieira de Carvalho, de 65 anos; Cornélio Ribeiro Lopes, de 73 anos; Flavio Porrozzi Soares, de 34 anos; Nilson Assunção Ferreira, de 50 anos; Amaro Tavares da Silva, de 40 anos; Alessandra Alves Lima, de 29 anos; Celso Renato Braga Cabral, de 46 anos; Gustavo da Costa Cunha, de 34 anos; Luiz Leandro de Vasconcellos e Margarida de Carvalho.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG