Hospital Miguel Couto terá reforço durante ocupação na Rocinha

Unidade da rede municipal de saúde fica na Gávea, bairro vizinho à Rocinha

iG Rio de Janeiro |

Agência Estado
Policiais revistam motoqueiros que entram e saem da favela
Escolhido como unidade de referência para possíveis atendimentos decorrentes da operação policial na Rocinha , prevista para ser concluída neste domingo (13), o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, terá o plantão deste fim de semana reforçado, segundo a Secretaria Municiapal de Saúde.

Leia mais: Ocupação terá início na madrugada

A unidade foi escolhida por ser a mais próxima da Rocinha e do Vidigal.

Um espaço do hospital foi reservado exclusivamente para o atendimento de possíveis vítimas.

Além desta ação, a Secretaria Estadual de Segurança Pública do Rio informou que o Corpo de Bombeiros também montará um hospital de campanha com seis leitos na quadra do Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos da Rocinha, em frente à favela de São Conrado.

Acompanhe: Saiba quem são os membros da quadrilha de Nem que estão foragidos

Os bombeiros terão também três ambulâncias avançadas, que ficarão em frente à quadra, somando um efetivo total de 15 homens à disposição da Operação Choque de Paz.

    Leia tudo sobre: rocinhavidigalnemoperaçãopolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG