Homem acusado de matar ex-mulher confessa crime

Desempregado confessou ter matado e colocado o corpo da ex-mulher em uma mala no Rio de Janeiro durante apresentação à imprensa

iG São Paulo |

iG São Paulo
Homem confessa crime durante apresentação em delegacia
O desempregado Rafael da Silva Lima, de 27 anos, confessou nesta quarta-feira ter matado a ex-mulher Iris Bezerra de Freitas, de 21 anos, e colocado o corpo dela em uma mala. O crime aconteceu na semana passada, no Rio de Janeiro.

"Fui eu", disse Lima ao ser apresentado à imprensa. Segundo informações da polícia, o crime teria sido motivado por ciúmes.

Lima foi preso na terça-feira, em Pernambuco, por policiais da Delegacia de Homicídios do Rio. Ele estava na casa de parentes. O crime aconteceu na semana passada na Favela da Rocinha, subúrbio do Rio, onde Íris e Rafael moravam. O corpo de Íris foi encontrado na manhã do dia 8 de maio em uma bolsa no canal da Rua Visconde de Albuquerque, no Leblon, zona sul da capital fluminense.

As câmeras de um prédio do Leblon , zona sul do Rio, captaram a imagem de um homem carregando uma mala idêntica à utilizada para jogar o corpo de Íris no canal. Para o delegado titular da Divisão de Homicídios, Felipe Ettore, o registro é do ex-marido da vítima, que teve a prisão temporária decretada no domingo, 9 de maio.

Lima vai responder por homicídio triplamente qualificado - por motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e ocultação de cadáver. A pena prevista é de 12 a 30 anos de prisão.

(*com informações da Agência Estado)

    Leia tudo sobre: crime da malaRio de Janeiro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG