Guardas municipais envolvidos com máfia dos taxistas são afastados

Esquema contava com cobrança de propina em pontos de táxi localizados em diferentes pontos do Rio

iG Rio de Janeiro |

Quatro guardas municipais suspeitos de participar da máfia de taxistas em diferentes pontos do Rio foram afastados nesta segunda-feira. De acordo com a Guarda Municipal, os agentes apareceram nas imagens de uma reportagem feita pelo “Fantástico” que mostrava cobrança de propina em pontos de táxi localizados nos aeroportos do Galeão e Santos Dumont, na Rodoviária Novo Rio e no centro da capital fluminense.

Segundo a reportagem, o preço por uma vaga nos pontos de táxi variava de R$ 15 mil a R$ 25 mil. Um adesivo nos táxis indicava os integrantes do esquema. Em nota, a Guarda Municipal informou que “não tolera casos de desvio de conduta na Instituição” e que “os fatos serão apurados na Corregedoria Interna da GM-Rio”.

De acordo com a secretaria municipal de Transportes, o Rio tem hoje 32 mil taxistas e não possui uma fiscalização que “tem todo esse tamanho”.

    Leia tudo sobre: guarda municipaltáxi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG