Grupo Tático do Bope invade casa e resgata refém em Angra

Policiais usaram explosivos e arma não-letal para dominar coveiro que mantinha adolescente em cárcere privado. Ele tentou estuprá-la

iG Rio de Janeiro |

nullUm grupo de Ações Táticas do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) do Rio resgatou na madrugada desta terça-feira uma adolescente de 16 anos que era mantida refém por oito horas pelo coveiro Jair Fernandes da Conceição dos Santos, 40 anos, em Angra dos Reis (RJ).

Os policiais usaram explosivos, cães e armas não-letais para invadir a casa de Jair e libertar Jéssica Caroline, que ficou todo o tempo sob a mira de um revólver calibre 32. Jair foi atingido por disparo de arma de choque, não-letal, e foi imobilizado pelos policiais, após negociação. De acordo com a polícia, Jair reagiu.

Segundo a polícia, Jéssica e Priscila Lima, 20, passaram a noite bebendo com Jair, de quem eram amigas. O coveiro teria, então, passado a ameaçá-las com a arma e pretendia obrigá-las a fazer sexo com ele. Priscila conseguiu fugir, mas Jéssica não.

De acordo com parentes, Jair estava deprimido e tinha se despedido da família. A Jéssica e Priscila, falou que pretendia se matar, mas queria violentá-las antes.

nullA invasão policial aconteceu porque Jair afirmava que mataria Jéssica e se mataria em seguida. Ele foi autuado por cárcere privado, porte ilegal de arma e tentativa de estupro.

Assista aos vídeos ao lado. No segundo vídeo, feito no escuro, mostra a invasão por um outro lado.

    Leia tudo sobre: BopeAngrarefémresgata

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG