Grevistas organizam uma manifestação para domingo na Praia de Copacabana

“Buscamos nossos direitos e não somos criminosos”, disse porta-voz do movimento

Luisa Girão, iG Rio de Janeiro |

Guilherme Pinto / Agência O Globo
Viatura sai do quartel do Corpo de Bombeiros no Méier, zona norte do Rio
Os líderes do movimento grevista de policiais e bombeiros do Rio de Janeiro estão organizando uma manifestação para o próximo domingo (12) na Praia de Copacabana, na altura do hotel Copacabana Palacae. No protesto, marcado para as 10h, os grevistas vão reivindicar novamente melhorias salariais e as solturas do cabo Benevenuto Daciolo e dos demais militares que forem presos durante a paralisação.

Leia também: PM registra problemas com grevistas no interior do Estado do Rio

“Não adianta nada prender companheiros. Não há um líder do movimento e, sim, porta-vozes. Estamos buscando os nossos direitos e não somos criminosos”, disse o cabo Gurgel, da Polícia Militar.

Segundo os manifestantes, a greve , iniciada na noite de quinta-feira (9), está tendo uma grande adesão dos militares. “Não abandonamos o serviço. Só estamos trabalhando com o mínimo de contingente possível para a segurança da população. Ninguém quer um desgaste como esse. Temos uma grande responsabilidade. Só queremos os nossos direitos”, afirmou o sargento Wallace Rodrigues, do Corpo de Bombeiros.

Em entrevista coletiva, os grevistas disseram que não querem atrapalhar a realização do carnaval carioca com a paralisação. “Faltam oito dias para o início da festa e acreditamos que até lá chegaremos a um acordo com o governo. Estamos abertos ao diálogo”, informou o sargento Wallace.

    Leia tudo sobre: grevepoliciais militarespmsbombeirosparalisação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG