Governo do Rio cria comissão para a Jornada Mundial da Juventude

Grupo vai organizar a visita do papa Bento 16 ao Rio e o evento, em 2013

iG Rio de Janeiro |

Reuters
Jovens brasileiros receberam a cruz peregrina no encerramento da jornada em Madri
O governo estadual do Rio de Janeiro anunciou nesta quarta-feira (5) a criação de uma comissão especial para coordenar e organizar os preparativos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). Com a presença do papa Bento 16, o evento será realizado no Rio em julho de 2013 e vai ter como tema "Ide e fazei discípulos em todas as nações" .

De acordo com o governo estadual, a comissão especial é composta por 30 integrantes e trabalhará em conjunto com a Arquidiocese do Rio de Janeiro.

“Teremos muito trabalho pela frente e, com certeza, será um grande êxito. O Rio será um antes, e outro depois da jornada católica”, avaliou o governador Sérgio Cabral.

O arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, comemorou a formação da comissão especial e declarou que ela será fundamental para garantir a infraestrutura necessária para a JMJ. “A intenção é que este seja um evento que marque a nossa cidade para o bem e para o futuro”, disse o religioso, que preside a comissão organizadora.

O pedido para sediar a JMJ foi realizado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) em maio de 2007, durante o encontro do papa com a juventude no estádio do Pacaembu, em São Paulo. O anúncio do Rio como sede foi feito por Bento 16 no dia 21 de agosto, durante o encerramento da JMJ em Madri , na Espanha.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG