Governo diz agora que está aberto a negociações com os bombeiros

Em nota, administração estadual diz que declarações de secretário da Casa Civil foram 'mal interpretadas'

iG Rio de Janeiro |

Agência Estado
Bombeiros estão acampados em ato de protesto em frente à Alerj desde domingo
Em nota divulgada no início da noite desta segunda-feira (6), o governo do Rio de Janeiro informou que o canal de negociações com os bombeiros sempre esteve aberto e que o novo comandante-geral da corporação, coronel Sérgio Simões, é o responsável pela interlocução entre a tropa e administração estadual.

Segundo o comunicado da assessoria de imprensa do governo fluminense, as declarações do secretário estadual da Casa Civil, Regis Fichtner , de que não havia mais negociações com a categoria foram mal interpretadas.

De acordo com a administração estadual, quando falou em negociações, Fichtner afirmou que o canal de negociação foi fechado por causa da invasão ao Quartel Central da corporação na noite da última sexta-feira (6) e que não havia como negociar no momento em que o Bope (Batalhão de Operações Especiais da PM) tomou a unidade para expulsar os invasores.

A nota diz que, após os dois episódios, o canal foi reaberto e o coronel Simões passou a ser o interlocutor.

Após a ação do Bope, 439 bombeiros acusados de participar da invasão foram presos. A Justiça Militar, no entanto, não foi comunicada. De acordo com a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça fluminense, pelo Código Militar, as prisões feitas em flagrante devem ser comunicadas em 24 horas e os bombeiros foram presos no sábado (4).

Reunidos hoje, diversas associações ligadas aos bombeiros decidiram reunificar as reivindicações para negociar com o governo. A categoria exige um piso líquido de R$ 2 mil. Atualmente, um soldado ganha R$ 950 líquidos.

Os protestos da categoria continuam. Os bombeiros estão acampados desde a madrugada na sede da Assembleia Legislativa, no centro da cidade.

    Leia tudo sobre: bombeirosmovimentoreajustenegociaçõesgoverno Rio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG