Caso ocorreu na Tijuca. Vítima teve 40% do corpo queimado

Explosão em bueiro ocorreu em rua mais movimentada da Tijuca
Paulo Nicolella/Agência O Globo
Explosão em bueiro ocorreu em rua mais movimentada da Tijuca
O funcionário da Light que teve cerca de 40% do corpo queimado após a explosão de um bueiro na manhã do último domingo (19) na rua Conde de Bonfim, na Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, não corre risco de morrer. As informações foram divulgadas pela assessoria de imprensa da concessionária.

De acordo com a empresa, ele sofreu queimaduras principalmente nas costas e nas pernas. Está internado no Centro de Tratamento de Queimados do Hospital do Andaraí, na zona norte. Seu estado é estável e ainda não há previsão de alta.

Segundo a Light, a explosão foi provocada por um problema em uma rede subterrânea.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.