Fardas de policiais do Rio poderão ter publicidade

Projeto de lei quer permitir que empresas estampem suas marcas nos uniformes e policiais receberiam um incentivo

iG Rio de Janeiro |

Policiais do Rio de Janeiro poderão, em breve, ganhar uma "renda extra" com publicidade na farda. Um projeto de lei que deverá ser votado nesta quarta-feira (30) na Assembleia Legislativa (Alerj) quer permitir que empresas privadas usem os uniformes de policiais civis e militares para estampar suas marcas.

Segundo a proposta, de autoria do deputado Wagner Montes (PDT), o valor do patrocínio seria de meio salário mínimo regional (atualmente o piso no Estado é de R$ 581,88) e repassado integralmente ao policial em seu contracheque.

De acordo com o projeto, as empresas só poderiam colocar uma única inserção nos uniformes de forma de forma que não os descaracterize. Para o deputado, só poderão participar firmas que contribuam para o bem estar do Estado.

O texto indica ainda que as empresas poderão adotar uma ou mais unidades da PM ou da Polícia Civil.

A justificativa do parlamentar na proposta é conceder melhoria salarial digna aos integrantes dos órgãos de segurança. A Secretaria de Segurança Pública informou que só vai se pronunciar sobre o caso após a votação do projeto.

Bico já foi regularizado

Na semana passada, o governador Sérgio Cabral já havia aprovado um incentivo extra aos policiais ao publicar um decreto regularizando a atividade extra na PM, os chamados "bicos".

Segundo o decreto, por meio do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis), os PMs poderão prestar serviços na área para prefeituras conveniadas ao estado.

Cada turno adicional de oito horas trabalhadas vai render gratificações de R$ 150 para praças e R$ 175 para oficiais.

    Leia tudo sobre: publicidadefardaPMsRio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG