Falso médico é preso em posto de saúde pública na Baixada Fluminense

Paciente que teve diagnóstico errado desconfiou de suspeito e chamou a polícia

iG Rio de Janeiro |

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (9) um falso médico de 23 anos que trabalhava em um posto de saúde pública no bairro de Nova Cidade, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

Segundo o titular da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Saúde Pública, delegado Fábio Cardoso, na semana passada, uma paciente que havia se consultado com o suspeito, teve seu diagnóstico errado, e, desconfiando que ele não fosse médico procurou aos agentes. O falso médico foi identificado como Josemar Cortes Júnior.

Ainda de acordo com o delegado, um policial foi ao posto simulando ser paciente, e acabou atendido por Josemar, que prescreveu remédios e assinou como médico. O suspeito foi preso em flagrante pelos crimes de exercício ilegal da profissão e falsidade de documento público.

O criminoso estava usando o carimbo de Antônio Francisco Viegas Neto, funcionário da prefeitura, plantonista e responsável técnico do posto de saúde.

No ano passado, o estudante de Medicina Alex Sandro da Cunha Silva atendeu a menina Joanna Marcenal Marins, de 5 anos, em uma clínica na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital.

Atuando irregularmente como médico, ele deu alta para a criança mesmo com ela estando desacordada. Ainda ainda prescreveu medicações de uso controlado para a menina. Joanna morreu dias depois. Denunciado à Justiça, Alex se entregou à polícia no final de fevereiro.

    Leia tudo sobre: falso médicopresoNilópolis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG