Falha em placa pode ter causado queimaduras em bebê, diz médico

Recém-nascida teve perna amputada após realizar cirurgia no Rio de Janeiro

iG Rio de Janeiro |

Em depoimento à Polícia Civil do Rio de Janeiro nesta segunda-feira (14), um médico do Instituto Fernandes Figueira (IFF) que atendeu a recém-nascida Kamyle do Nascimento, afirmou que o mau funcionamento de uma placa de metal pode ter provocado a queimadura na perna. O bebê teve que amputar o membro após uma cirurgia na unidade.

Segundo o delegado Mário Andrade, essa placa ligava o bisturi elétrico a outro ponto de eletricidade e ficou junto ao corpo da menina durante a cirurgia de tratamento de hidronencefalia (acúmulo de líquido em parte do cérebro). Para o policial, isso pode ser um sinal de que houve negligência.

De acordo com o delegado, falta ouvir ainda o médico que chefiou a equipe na operação. A polícia poderá indiciar os profissionais por lesão corporal culposa.

A criança segue internada na UTI do IFF, unidade federal que é especializada no atendimento neonatal e pediátrico de média e alta complexidade, localizado no Flamengo, na zona sul da capital. Seu quadro de saúde é estável.

    Leia tudo sobre: recém-nascidaqueimaduraamputarpernaFernandes Figueir

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG