Ex-jogador do Vasco é preso no Rio vendendo mídias piratas

Fabrício Eduardo participou da campanha vitoriosa do clube na Libertadores de 1998

iG Rio de Janeiro |

Ex-jogador do Vasco da Gama Fábricio Eduardo da Silva Alves, de 35 anos, foi preso nesta sexta-feira (14) no camelódromo da Uruguaiana, no centro do Rio de Janeiro, suspeito de vender mídias piratas. Com ele e um outro homem, foram recolhidas 2.017 DVDs falsificados.

Leia também: Justiça decreta a prisão do ex-jogador Edmundo

De acordo com a Polícia Civil, foram apreendidas diversas mídias piratas de jogos de videogame e programas de computador.

O ex-atleta, que era conhecido como Fabrício Eduardo quando jogava, participou da campanha vitoriosa do Vasco na Copa Libertadores da América em 1998. Ele e Rafael dos Reis foram presos no local e responderão pelo crime de violação de direito autoral, que prevê um a quatro anos de prisão.

Segundo o delegado titular da DRPCIM (Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Imaterial), Alessandro Thiers, investigações estão sendo realizadas para apurar a participação de outras pessoas no esquema de comercialização de produtos piratas. A fiscalização no combate à pirataria no mercado popular da Uruguaiana será intensificada.

Fabrício Eduardo atuou pelo Vasco entre os anos de 1994 e 1999. Era volante e vestiu a camisa do time 118 vezes mas não fez gols.

    Leia tudo sobre: ex-jogador do Vascomídias piratas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG