Estudantes são indiciados por incitação ao nazismo

Investigação teve início a partir de exibição de tatuagem nazista em clube judeu

iG Rio de Janeiro |

Policiais civis da 12ª DP (Copacabana) desencadearam, na manhã desta quarta-feira (9), uma operação para identificar e indiciar jovens suspeitos de incitação ao nazismo, no Rio de Janeiro. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nos bairros do Grajaú e da Tijuca, localizados na zona norte da cidade; e em Copacabana, na  zona sul.

A operação foi desencadeada após uma festa dos estudantes do curso de Psicologia da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), no dia 13 de dezembro do ano passado, no interior do Clube Israelita Brasileiro, localizado em Copacabana.

Segundo a polícia, durante essa festa, o estudante de publicidade Luís Vinicíus Cosenza, de 23 anos, exibiu uma tatuagem nazista que havia feito na coxa esquerda, em pleno clube judeu, em afronta antissemita.  Outros dois estudantes que o acompanhavam também foram Identificados por promover a ação.

Durante a operação, foram apreendidos computadores e revistas alusivas ao nazismo. Os jovens prestam depoimento na 12ª DP (Copacabana) e foram autuados por incitação ao nazismo, cuja pena varia de dois a cinco anos de prisão em regime fechado.

    Leia tudo sobre: nazimosestudantes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG